Como já partilhámos noutros posts, nós não éramos as pessoas mais organizadas na gestão das nossas finanças. Hoje, quando olhamos para trás, arrependemo-nos mesmo muito de não termos começado antes a utilizar o nosso dinheiro de forma inteligente…

Quando começámos a fazer o excel das nossas despesas e da nossa situação patrimonial tínhamos algumas poupanças, dinheiro que lá fomos pondo de parte quando “sobrava” alguma coisa ao final do mês. A construção do excel e a nossa mudança de mindset vieram trazer um boost gigante às nossas poupanças, permitiu-nos ter liquidez suficiente para apostarmos naquilo que na altura achámos que era um mercado que permitia rentabilidades animadoras e sobre o qual tínhamos algum conhecimento, o mercado imobiliário.

Da nossa experiência, investir no mercado imobiliário requer alguma paciência e bastante pesquisa, temos de saber esperar pela oportunidade certa e saber reconhecer essa oportunidade como certa. Para além disso, temos de estar sempre “em cima do acontecimento” para não deixar escapar as oportunidades.

Depois de muita pesquisa, encontramos o apartamento que nos pareceu ser “a tal” oportunidade, comprámos e fizemos obras de remodelação. Enquanto decorriam as obras de remodelação estudámos qual seria o melhor destino a dar ao apartamento, arrendamento ou venda. Chegámos à conclusão que face à situação do mercado na altura teríamos mais benefício em vender. Vendemos e conseguimos uma rentabilidade brutal, basicamente dobrámos o capital investido 😊.

Já todos ouvimos a expressão “o que custa é começar”, não já? A nós essa expressão caiu-nos que nem uma luva, pois logo a seguir comprámos outra casa! Neste caso, não estava nos nossos planos, surgiu uma oportunidade que nos pareceu irrecusável e por sorte tínhamos dinheiro disponível fresquinho da casa anterior!

Seguimos então, com a compra de mais uma casa, esta pronta a habitar, e colocámo-la logo a arrendar com uma boa rentabilidade!

O capital investido nesta nova casa e o dinheiro que advém das rendas e das nossas poupanças constituem o nosso Networth. Estes passos representaram o início do nosso projeto, como referimos, começámos por onde nos sentíamos mais confortáveis, onde tínhamos mais conhecimento, achamos que só assim faz sentido, para além de diminuir o risco de algo correr mal. O próximo passo é iniciarmo-nos é darmos início aos nossos investimentos no mercado de ações, provavelmente em ETFs, sem esquecer o imobiliário que apesar de mais trabalhoso é um tipo de investimento que nos dá prazer.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *